Header Ads

Você conhece a Torre do Castelo em Campinas?

O prédio da Torre do Castelo acaba de ser restaurado proporcionando lazer e conhecimento aos seus visitantes

Você conhece a Torre do Castelo em Campinas? Aposto que sim, pelo menos de vista. Afinal, não há quem não conheça este prédio uma vez que  o monumento corta uma das principais avenidas da cidade e chama atenção por esta no meio de uma praça. Se você precisa ir a algum local naquelas redondezas, com certeza a torre será um ponto de referência.

Mas, além de ajudar muitos visitantes do município a se localizarem, a Torre do Castelo é um dos principais pontos turísticos da cidade de Campinas . E este ponto turístico acaba de ser renovado, oferecendo a todos os visitantes uma das vistas mais privilegiadas do município.

 A restauração da torre passou não só pela restauração da construção em si, mas também foram instalados painéis informativos que orientam o visitante sobre a paisagem que o monumento prestigia.  Os painéis de cada uma das “janelas” situam - histórica e geograficamente - o ponto contemplado. Dessa forma, é possível conhecer Campinas de uma forma mais detalhada, com seus prédios e campos.



Além da aula de história, a visita da torre é também uma verdadeira aula de geografia, pois no teto do prédio está o desenho de uma Rosa dos Ventos que guia o visitante sobre todas as direções.

História

"Inaugurado em 1940, o reservatório de água com 27 metros de altura e capacidade para 250 mil litros de água, foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas (Condepacc).
Marco da triangulação geodésica da cidade, a Torre d’Água como era conhecida, foi projetada pelo urbanista paulistano Francisco Prestes Maia. No projeto, ele previa dar continuidade à Avenida Andrade Neves até o Jardim Chapadão, terminando numa rotatória com um obelisco.
Na mesma época, o Departamento de Água e Esgoto de Campinas elaborava um Plano Diretor para o abastecimento de água nos bairros Botafogo e Guanabara. Precisava construir um reservatório para prover a região. Aliando as duas ideias, a Torre foi erguida. A importância do patrimônio resultou em outras mudanças: o bairro que antes chamava-se Jardim Chapadão é hoje conhecido por Castelo, ficando o nome Chapadão para a região além da torre"
Marque sua visita!
Durante a semana, a Torre fica aberta durante o horário comercial. 
Sábados e domingos, o horário de visita é das 15 às 21 horas. 
As visitas devem ser agendadas pelo telefones 3241-6931 e 3236-8015 ou pelo e-mailbiblioteca@sanasa.com.br.

*Fonte:
http://campinas.sp.gov.br/noticias-integra.php?id=16761 


Hupe Hupe Blog é uma idéia original de Mariana Sobreiro. Layout desenvolvido por Alex Coimbra. Tecnologia do Blogger.