Header Ads

Campanha de vacinação à gripe em Cosmópolis á atingiu 2,6 mil e vai até dia 25

DSC01016

Foto: Assessoria de Imprensa

Imunização é gratuita

Mais de 2.600 pessoas já participaram, em Cosmópolis, da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe desenvolvida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A informação é da enfermeira Iara Shinkai, coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Cosmópolis.

A campanha começou no sábado, dia 5, e segue até o dia 25 de maio em algumas das unidades públicas de Saúde de Cosmópolis. Os dados, segundo ela, são parciais e mudam diariamente. A última totalização foi realizada na tarde de quarta-feira. Segundo Iara, o número já representa mais de 30% das pessoas esperadas para vacinação. “Como a campanha é longa avaliamos que a adesão está muito boa”, resume a coordenadora.

No Centro de Saúde Integrado, por exemplo, segundo a enfermeira Nilcéia Simone, coordenadora da Unidade Básica de Saúde (UBS), até a manhã da quarta-feira, pelo menos 400 pessoas já haviam sido vacinadas. A Prefeitura afirma que a campanha de vacinação contra a gripe tem melhorado a cada ano.

“No ano passado havia um mito com relação à vacinação. As pessoas não entendiam e havia muita falta de informação”, avalia. Para ela “hoje a Campanha Nacional de Vacinação está consolidada e a população não demonstra receio em tomar a vacina”.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe é destinada prioritariamente a idosos, doentes crônicos (como pessoas portadoras de diabetes ou doenças cardíacas), gestantes e crianças com idade entre 6 meses e 2 anos.

“Tomei a vacina no ano passado e desde então nunca mais tive uma gripe, não fiquei mais doente. E antigamente eu sempre ficava. Minha esposa também já veio tomar a dose dela”, disse o cozinheiro Onofre Ferreira Guimarães. “É uma coisa muito importante porque é algo que o governo faz, que funciona e é útil”, afirma a dona de casa Tereza Cleusa Costa Guimarães, esposa do cozinheiro. Eles são moradores do bairro Rosamélia.

 

Cosmópolis atende cerca de 25 mil mulheres com políticas de atenção às mães e gestantes

A Prefeitura de Cosmópolis, no Estado de São Paulo, contempla uma população de aproximadamente 25 mil mulheres com programas de atenção às mães e gestantes, além de prevenção à gravidez precoce, doenças sexualmente transmissíveis e controle da qualidade no atendimento feito nas redes de saúde pública e privada.

A informação tem base em dados do Seade, fundação vinculada à Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, hoje um centro de referência nacional na produção e disseminaçãode análises e estatísticas socioeconômicas e demográficas.

De acordo com o Seade, explica o médico César AntonioNucci, técnico da Secretaria da Saúde, o município de Cosmópolis, na região metropolitana de Campinas, tem uma população de aproximadamente 25 mil mulheres na faixa dos 15 aos 75 anos, conforme cálculo da Fundação. “É uma população que, de alguma forma, está contemplada com políticas públicas de Saúde, com foco na atenção à gestante, prevenção às doenças e à gravidez precoce ou indesejada”, explica.

Cosmópolisganha cerca de 60 novos bebês a cada mês. As mães dão à luz na Maternidade do Hospital Santa Gertrudes, unidade de atenção terciária e que compõe a Rede de Saúde no município. A atenção às mães está, por exemplo, na atuação da Vigilância em Saúde que garante a qualidade na atenção até mesmo às mães que são atendidas através de convênios ou particular.

“Na Saúde a atenção às mães é bastante complexa. Compreende desde ações como as do Programa Mãe Coruja ou a garantia de acolhimento e vínculo em todas as nossas unidades de saúde ou o controle que a Vigilância mantém com relação à rede particular”, citou o prefeito Dr. Antonio Fernandes Neto.

Segundo a Secretaria da Saúde, em 2012, pelo menos 60 gestantes foram beneficiadas pelo Programa Mãe Coruja, cujo objetivo é qualificar ainda mais o atendimento a esta população. Desde que foi criado cerca de 800 mães já tiveram acesso ao Programa.

O Mãe Coruja é desenvolvido principalmente com os Centros de Saúde de Cosmópolis, compostos de equipes de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e equipes do Programa Saúde da Família (PSF). “Os nossos dez Centros de Saúde mantém portas abertas para acolher as mães, as gestantes e as mulheres em geral que desejam mais informações sobre gravidez e maternidade”, disse Marilaine Lima, que atua no Núcleo de Educação em Saúde de Cosmópolis.

Segundo ela, o próximo Módulo do Programa Mãe Coruja será realizado no segundo semestre. Nos próximos meses, durante o acolhimento às mulheres nas unidades de Saúde será possível verificar a demanda para organizar os próximos encontros.

De acordo com a Secretaria da Saúde, em 2012, as ações do Programa foram realizadas entre os meses de fevereiro e abril. É um programa desenvolvido para gestantes, que busca dar orientações sobre os diferentes temas relacionados à gestação, parto e cuidados com o bebê. É, segundo a Secretaria da Saúde, destinado a todas as gestantes da cidade, independente de onde ela desenvolve o pré-natal, seja no SUS (Sistema Único de Saúde), convênio ou particular.

A equipe do Nuesa destaca, dentre outras vantagens de participar do programa, o encaminhamento garantido para o tratamento odontológico, acompanhamento psicológico e participação em grupo de fisioterapia.

O Programa é realizado por meio de módulos organizados em nove encontros. Neles, são trabalhados temas como aspectos psicológicos e as mudanças no corpo durante a gestação. Além disso são oferecidas informações objetivas sobre o parto, sobre direitos sociais, sobre a realização de fisioterapia na gravidez, cuidados gerais com o bebê, amamentação, hábitos deletérios, desenvolvimento da fala, nutrição e higiene bucal, saúde bucal, planejamento familiar, prevenção e tratamento às doenças sexualmente transmissíveis e à aids.


Créditos: Assessoria De Imprensa da Prefeitura Municipal de Cosmópolis

Hupe Hupe Blog é uma idéia original de Mariana Sobreiro. Layout desenvolvido por Alex Coimbra. Tecnologia do Blogger.