Header Ads

Boletim da Cidade: Vagas para Oficineiros e Digitalização de antigos jornais cosmopolenses

Boletim da Cidade
Inscrições para cadastro de oficineiros
Estão abertas inscrições para cadastro de oficineiros na Secretaria de Cultura. Os interessados a ministrar oficinas de diferentes expressões artísticas e culturais devem se inscrever na Secretaria de Cultura. Os oficineiros devem possuir nota fiscal eletrônica e deverão enviar currículo para o e-mail culturacps@yahoo.com.br. Os currículos que forem cadastrados serão selecionados de acordo com a programação e demanda da Secretaria.
As inscrições são de 5 a 31 de março das 9h às 17h á Rua Santa Gertrudes, 254 – Sericicultura.
Mais informações pelo telefone 3812- 3101
Jornais históricos da cidade começam a ser digitalizados
Foi firmada uma parceria entre a Prefeitura de Cosmópolis com a Fundação Romi, de Santa Barbara d’Oeste para realizar a digitalização do acervo de jornais históricos do município, disponibilizados por Rodolfo Rizzo e José Honorato Fozzati. O acervo possui cerca de seis mil páginas e foi produzido na década de 1920.
A fundação Romi e o Centro de Documentação Histórica (Cedoc) são referências em toda a região. A Romi é a única instituição da região de Campinas que possui o scanner Zeustschel importado da Alemanha que possibilita a digitalização de documentos do tamanho de uma página de jornal sem danos para o material que é muito sensível. Esse é mais um avanço para a preservação da memória da cidade. Com a digitalização desse importante acervo, Cosmópolis tem a oportunidade de deixar para as gerações atuais e futuras um pouco do passado e da história da cidade, afirma o secretário de Cultura Antônio Sérgio dos Santos (Moita).
De acordo com o prefeito Dr. Antonio Fernandes Neto “a iniciativa apresenta-se como uma ação inédita na cidade, com grande significado cultural e histórico já que a cidade ainda não teve a oportunidade de pesquisar, tratar, documentar e tornar acessível o seu acervo histórico.”
Outra ação desenvolvida pela Prefeitura através da Secretaria de Cultura que também pretende preservar a memória da cidade é o Laboratório de História Oral. O projeto será realizado através de relatos de moradores da cidade, que possuem conhecimento da história, dos personagens e de fatos marcantes de Cosmópolis. Entre os já entrevistados na primeira parte do projeto estão Rodolfo Rizzo, José Pedroso, João Honorato Fozzati, Euswaldo Simoni, Maria Strazzacapa, Walter Frungillo, Lucy Lee Bardou e Gaspar Ricardo Sarti. O material das entrevistas é gerado em texto, áudio, vídeo e registro fotográfico. A História Oral consiste em utilizar a experiência de vida das pessoas em relação a cidade como matéria-prima para pesquisas mais detalhadas e o seu registro significa produzir conhecimento histórico.

Com informações da Secretaria Municipal de Comunicação
Hupe Hupe Blog é uma idéia original de Mariana Sobreiro. Layout desenvolvido por Alex Coimbra. Tecnologia do Blogger.