Header Ads

Rock in Hupe: O fenômeno latino Jesse & Joy

Jesse Eduardo Huerta Uecke e Tirzah Joy Huerta Uecke. É sobre estes dois irmãos mexicanos, com grande talento para a música, que você vai saber mais hoje, no Rock in Hupe!


Alex Coimbra | 04/03/201713h00
Do Blog Hupe, em Cosmópolis e Campinas



JESSE & JOY
Selo: Warner Music
Estilo: Pop Rock, Folk, Latin Pop
Origem: Cidade do México (México)
Site oficial: 
www.jesseyjoy.com


Desde pequenos os irmãos Huerta demonstravam amor pela música. Com influência de Johnny Cash, Neil Young, Aretha Franklin e alguns outros artistas, Jesse já brincava de ser baterista com as panelas e baldes da casa e Joy usava uma raquete de tênis fingindo ser sua guitarra.
Filhos de pai mexicano e mãe americana, Jesse & Joy começaram na música cantando numa igreja evangélica. Neste meio, a dupla teve seus primeiros contatos mais relevantes com instrumentos musicais e o dom para a coisa era evidente. 
Em 2001 quando tinham respectivamente 18 e 15 anos, Jesse e Joy começaram a cogitar a ideia de viverem da música e então passaram a compor e gravar suas próprias canções. Três anos mais tarde, com uma demo gravada, a música da dupla acabou caindo nas mãos da Warner Music Mexico e não deu outra: foram convidados para uma reunião no escritório da gravadora. Sem perder tempo, na reunião, se ofereceram para assinar um contrato.

Em negociação com a gravadora, Jesse e Joy continuavam compondo suas músicas, produzindo e explorando novos tipos de som até que, em 18 de abril de 2005, concluem as negociações e tornam-se artistas do cast da Warner Music, no México. Em dezembro do mesmo ano foram os responsáveis pelo encerramento do Teleton do México, onde tocaram para mais de 100.000 pessoas, além de terem o show transmitido ao vivo pela TV, com grande audiência.

Nascia ali uma história que culminaria com o sucesso nacional, internacional e indicações a prêmios no mundo todo. Vamos falar sobre tudo.








Antes e depois: irmãos sempre unidos




***


Linha do tempo através dos álbuns de estúdio



(2006) “Esta es mi vida” | Ouça em Spotify Deezer

Após o êxito em sua apresentação no Teleton, o caminho para o sucesso no México estava traçado. E o álbum “Esta es mi vida” foi o combustível que faltava para suas músicas chegarem aos topos das paradas. A música “Espacio Sideral” tornou-se a segunda canção mais ouvida do país naquele ano. No final, foram indicados ao MTV Awards, na categoria Promessa Artística, prêmio que acabou ficando para o cantor argentino Axel Fernando. Outras faixas do álbum foram ganhando destaque como “Ya no quiero”, “Volvere”, “Llegaste tu” e “Somos lo que fue”. Se em 2006 deixaram escapar o MTV Awards, em 2007 a coisa foi diferente. Indicados ao Grammy Latino, Jesse & Joy são consagrados vencedores na categoria “Best New Artist”.



***

(2009) “Eletricidad” | Ouça em Spotify / Deezer


Jesse & Joy continuavam se destacando por muitos motivos. Se por um lado Jesse era um exímio instrumentista, destacando-se na bateria, piano, guitarra, baixo e gaita, Joy encantava a todos com sua voz privilegiada e suas composições que diversos artistas gravavam. Graças a estes fatores, o duo permaneceu em destaque na música mexicana e lançam seu novo álbum, intitulado “Eletricidad” de onde surgem grandes sucessos: “Si te vas”, “Eletricidad” e, principalmente, duas faixas que levaram sua música para outros lugares do continente americano: “Chocolate” e “Adios”. Com o sucesso em parte da America Latina, o álbum figurou na 3ª posição da Billboard latina.






***

(2011) “¿Con Quién Se Queda El Perro?” | Ouça em Spotify / Deezer

O primeiro single do novo álbum do duo de maior sucesso na música do México foi “Me Voy”, que chegou aos topos das paradas nas rádios mexicanas e no iTunes. O álbum “¿Con Quién Se Queda El Perro?” foi lançado oficialmente em 6 de dezembro de 2011 e alcançou o Disco de Ouro em menos de 24 horas após o lançamento. Produzido por Martin Terefe (que trabalhou com Radiohead e Adele), este disco obteve enorme êxito com as faixas “Aqui Voy”, “La de la mala suerte”, “¿Con Quién Se Queda El Perro?” e, principalmente, “¡Corre!”, que manteve-se na primeira colocação como música mais popular na America Latina por 8 semanas. Com este trabalho, Jesse & Joy venceram 4 categorias do Grammy Latino.

***

(2015) “Un Besito Más” | Ouça em Spotify / Deezer

Com o sucesso e o amadurecimento de suas carreiras, Jesse & Joy investiram pesado na gravação de seu novo álbum. O trabalho foi praticamente todo produzido em Londres por Jesse e o renomado produtor britânico Fraser T. Smith (que já trabalhou com Sam Smith, Ellie Goulding e Adele). “Um Besito Más” mostrou um lado mais pop da dupla. O primeiro single “Ecos de Amor” teve clipe dirigido por ninguém menos que Sam Bayer, o mesmo que assinou “Smell Like Teen Spirit” do Nirvana.
Com música em inglês e participação de artistas de grande importância no cenário internacional – Alejandro Sanz, Juan Luis Guerra e Tommy Torres – o novo trabalho dos irmãos Huerta recebeu mais um Grammy Latino, na categoria “Melhor Álbum Vocal Pop Contemporâneo”, além de seu primeiro Grammy Awards Internacional, na categoria “Melhor Álbum Pop Latino”.



***



Outros álbuns de Jesse & Joy


Além dos trabalhos de estúdio, a dupla tem outros discos com versões ao vivo e coletâneas:





***





Expandindo os horizontes


Com novos mercados em vista, os irmãos lançam em 2017 um disco paralelo chamado “Jesse & Joy”, com capa semelhante a “Um Besito Más”. Trata-se de um álbum bilíngue com algumas faixas de “Un Besito Más” em inglês, além de outras versões de seus sucessos anteriores. O disco é um convite a quem os está conhecendo agora.



Ouça em: Spotify / Deezer






***

O Sucesso no YouTube




Atualmente Jesse & Joy contam com 6 vídeos acima da casa de 100 milhões de views no YouTube. O recordista é o clipe da música “¡Corre!”, que já tem mais de meio bilhão de visualizações. Numa comparação simples, artistas famosos do Brasil não chegam nem perto destes números*:







Vídeo mais popular de Luan Santana: 151 milhões de views
Vídeo mais popular de Ivete Sangalo: 37 milhões de views
Vídeo mais popular de Jorge & Mateus: 311 milhões de views
Vídeo mais popular de Henrique e Juliano: 276 milhões de views
Vídeo mais popular de Anitta: 278 milhões de views

*Estes números correspondem à pesquisa feita em 04/03/2017





É claro que cada carreira é direcionada de uma forma diferente e o número de visualizações não expressa falta de qualidade dos artistas brasileiros. Mas estes números levantam uma questão interessante: com tantos fãs pelo mundo a fora, prêmios diversos, álbums recordistas de vendas, por que praticamente nunca escutamos falar sobre Jesse & Joy no Brasil?

É sobre isto e sobre outras coisas que nós, do Blog Hupe, entrevistamos Sarah Kliner, que é a responsável pelo fã clube de Jesse & Joy no Brasil.





Perfil

Nome: Sarah Kliner
Idade: 23 anos
Profissão: Biomédica
Músicas preferidas de Jesse y Joy: “Mi Sol”, “Me Quiero Enamorar” e “Dime Que No”
Curiosidade: Morou durante seis meses na Cidade do México, onde esteve com Jesse & Joy por duas vezes.





Blog Hupe: Em primeiro lugar quero agradecer pela sua disponibilidade e gentileza em nos atender e conceder esta entrevista. Sarah, onde você ouviu Jesse & Joy pela primeira vez?

Sarah Kliner: Eu é que agradeço, afinal, a divulgação de Jesse & Joy aqui no Brasil é muito escassa e trabalhos como esse fazem toda a diferença, por isso, meu muito obrigada a você também!
Ouvi Jesse & Joy pela primeira vez na trilha sonora da novela Bela, A Feia, produção da Rede Record (e versão brasileira de Betty, La Fea / La Fea Más Bella). Lembro que ouvi “Dulce Melodia” pela primeira vez e me encantei. Como lá em 2008 ainda não existia a tecnologia disponível de hoje em dia, lembro que decorei um versinho e joguei no Google depois (risos). “Dulce Melodia” e “Mi Sol” faziam parte da trilha. No ano seguinte o SBT transmitiu a novela As Tontas Não Vão Ao Céu, onde algumas músicas como “Espacio Sideral” e “Llegaste Tú” eram parte da trilha sonora. Ao ouvi-las e relacionar a Jesse & Joy, foi quando comecei a seguir a carreira deles.

Hupe: Além de tocar em novelas de Record e SBT, Jesse & Joy tiveram suas músicas regravadas em versões em português para duas novelas da Band: "¡Corre!" virou "Eu só queria te amar", na voz da cantora Laís e "Llorar" virou "Chorar" nas vozes de Bruno & Marrone. O que você achou das versões brasileiras? Você acredita que, de alguma forma, estas versões ajudaram a aumentar o público dos irmãos mexicanos no Brasil?

Sarah: Particularmente como fã da dupla e "ativista" na divulgação da música latina (em espanhol) no Brasil, não gostei das versões. Acho que quando um artista faz versão do outro, a música perde a essência que tinha, principalmente quando as letras são traduzidas (e quase nunca ao pé dá letra). É claro que não estou criticando o desempenho musical dos artistas, a Laís, por exemplo, canta muito bem! Mas as versões não me convenceram. Talvez, se houve algum aumento no público brasileiro, esse número foi quase imperceptível. Alguns comentários em português surgiram nos vídeos de "¡Corre!" e “Llorar” no YouTube, após as versões, mas muitos diziam que preferiam as versões em português porque entendiam mais e coisas do tipo. Não achei que favoreceu a carreira deles aqui.

Hupe: Na atual temporada da novela "Malhação" (intitulada Pro dia nascer feliz) a música tema do casal principal é "Echoes of Love", do álbum bilíngue de Jesse y Joy (lançado em 2017, com músicas em espanhol e inglês). Na metade do ano passado, em uma live, Jesse respondeu a um fã brasileiro que a dupla tinha pretensão de trazer a turnê 'Un Besito Más' ao Brasil. Para você que acompanha a carreira deles desde 2008, como é lidar com a possibilidade de ver os artistas que tanto admira podendo, finalmente, serem lançados comercialmente em nosso país neste ano?

Sarah: Uh! Essa é uma ótima pergunta, porque é um mar de emoções! Desde 2008 acompanho, e com outros amigos de luta, buscamos o reconhecimento da dupla no Brasil. Sabendo que a entrada dos “hispanohablantes” no mercado musical brasileiro é bem difícil (apesar de que vivemos um tempo agraciado, com uma evolução incrível neste aspecto), tivemos várias tentativas (falamos com produtores de TV, fizemos mutirão de pedidos no Twitter) e nunca tivemos um resultado satisfatório. Com o lançamento do disco em inglês, surgiu a oportunidade de eles entrarem no mercado brasileiro da forma mais "fácil", com o single “Echoes Of Love”, que ganhou uma visibilidade incrível ao soar em Malhação. A sensação de ligar a TV e escutar os seus ídolos ali, ou de receber uma mensagem do tipo "oi, ouvi Jesse & Joy na rádio hoje!" VÁRIAS VEZES é incrível! Dá aqueles mini ataques cardíacos, sabe? As mãos suam frio, o coração palpita e dá vontade de sair pulando pela casa! (risos)

Hupe: Em seu livro "30 Anos de Música", o famoso produtor Rick Bonadio, que ficou 
nacionalmente conhecido ao lançar bandas como "Mamonas Assassinas", "Charlie Brown Jr", "NxZero", entre outras, reconhece a grande dificuldade de se trabalhar artistas que cantem em espanhol no Brasil (salvo raras exceções) e diz que nunca entendeu o motivo disto acontecer. Para você, qual o motivo da música de língua hispânica ser tão pouco aceita no nosso país?

Sarah: Em minha humilde opinião (se o Rick Bonadio nunca entendeu, quem dirá eu, né!?) não existe um fator sozinho, e sim um comportamento cultural. Quero dizer, nós somos o único país que fala português no meio desse enorme pedaço de continente chamado América Latina. Somos uma ilha, e ao parecer, o povo brasileiro em geral (obviamente com grandes exceções) não faz muita questão em se identificar com os povos vizinhos. Grande exemplo é o nosso segundo idioma ser o inglês. É óbvio que o inglês é praticamente o idioma universal, mas quantas escolas oferecem aulas de espanhol? Ou o que aprendemos durante o ensino fundamental e médio sobre as culturas vizinhas, a civilização inca, as tradições dos nossos países irmãos? Praticamente só ouvimos ofensas aos argentinos e termos pejorativos quando se trata de imigrantes sul americanos por aqui... Além disso, também há uma dificuldade na identificação do Brasil como país "latino". Por outro lado, também vemos essa separação do Brasil do resto da América Latina em premiações como o próprio Grammy Latino, que tem categorias especiais para a música brasileira, que não compete com os grandes hits em espanhol nas grandes categorias. É difícil de entender, se ambos os idiomas são tão parecidos, o porquê dessa dificuldade na entrada. As próprias rádios, recentemente é que estão tocando uma ou outra música em espanhol, mas são dominadas por hits em inglês. Não posso te dar uma razão, mas para mim "o buraco é mais em baixo".

Hupe: Sobre o fã clube brasileiro, qual a sua responsabilidade como membro e quais as atividades que vocês mantem?

Sarah: Certo. Atualmente eu me encarrego das atividades do fã clube (sou uma espécie de “presidente” do fã clube, mas prefiro evitar o uso desta denominação). Junto com a Shellen, nós comandamos o fã clube e promovemos, vez ou outra, mutirões de pedidos no Twitter, algumas promoções quando temos material disponível, além de manter nossas redes sociais atualizadas, levando aos fãs brasileiros notícias sobre a dupla, vídeos das apresentações recentes, entrevistas traduzidas, entre outros. No ano passado nos filiamos ao fã clube Espacial, que é o fã clube oficial da dupla no México e conta com filiais em diversos países, para poder nos mantermos mais atualizados e mais próximos da dupla.

Hupe: Para finalizar, nos diga porque alguém que ainda não conhece Jesse y Joy deve conhecê-los e aproveite para deixar os contatos (redes sociais) do fã clube. Muito obrigado pela por conversar com o Blog Hupe.

Sarah: Por que alguém que não conhece deveria conhecer Jesse & Joy?
Porque sua maneira de transmitir sentimentos através da música é incrível! Eu costumo dizer que tem música que eu ouço e consigo ver a Joy sorrindo ao cantar. Suas letras são como um consolo para a alma, possuem uma música para cada situação sentimental. E o que dizer da voz da Joy? É angelical mas ao mesmo tempo forte, é doce e suave mas potente, é como ouvir um anjo cantar!

Quem quiser saber mais pode curtir a nossa página no Facebook (facebook.com/jesseyjoybrasil) e nos seguir no twitter: @JesseyJoyBR

E pode também ouvir "Me Soltaste", single mais recente da dupla (que já conta com quase 6 milhões de reproduções), disponível em https://www.youtube.com/watch?v=nvxwiRuFgB0.



***

Então é isso, amigo do Blog Hupe. Esta é uma pequena resenha sobre estes artistas mexicanos que vem conquistando o mundo. Aos fãs, peço desculpa se faltou alguma informação. Não deixe de curtir a nossa página no facebook. Até a próxima!


SAUDAÇÕES HUPE!
Hupe Hupe Blog é uma idéia original de Mariana Sobreiro. Layout desenvolvido por Alex Coimbra. Tecnologia do Blogger.