Convite

Projeto Memória Viva promove lançamento de documentário e livro no próximo dia 17

"Crônicas de Uma Cidade Chamada Universo"

Público lota auditório e se emociona com peça do grupo teatral "Terça em Cena"

Festival cosmopolense premiou filmes da RMC

Confira as fotos e ganhadores da 3ª edição do Cine Cosmo

Cosmo Anime Geek

Assista a cobertura completa do evento

Deputado Bruno Covas concede entrevista exclusiva ao Hupe

Neto de Mario Covas prestigiou evento cosmopolense e conversou com a nossa equipe

Precisa vender, comprar, trocar ou doar algo?

Junte-se aos mais de 12 mil membros dos Classificados Blog Hupe!

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Banda de Rock duas vezes indicada ao Grammy se apresentará em Cosmópolis



fotos_rosa_gravacao_2013045

A banda de rock duas vezes indicada ao Latin Grammy, Rosa de Saron, se apresentará em Cosmópolis no próximo dia 22/03, às 23h, no Salão Social do Clube Cosmopolitano. Esta será a segunda passagem da banda pela cidade. A primeira vez aconteceu em  outubro de 2006, porém na época a banda ainda não era tão conhecida como atualmente.

Vale lembrar que o vocalista do Rosa de Saron, Guilherme de Sá, já morou por muitos anos em Cosmópolis. Para quem não se recorda, Guilherme é filho da cabeleireira Iza De Sá, que tinha um salão de beleza ao lado do Bar do Bordin. Atualmente a família do cantor reside em Artur Nogueira, e todos os membros da banda, em Campinas. Em 2012, o Blog Hupe publicou um artigo contando um pouco da história de Guilherme e sua ligação com as cidades de Cosmópolis e Artur Nogueira. Você pode conferir este artigo clicando aqui.

Todas as verbas do show serão revertidas ao Hospital Infantil Boldrini. Os portões serão abertos às 21h. As informações de locais para compras ingressos e preços serão divulgadas em breve.


Rosa de Saron

fotos_integrantes1
O Rosa de Saron tem 25 anos de estrada, porém o reconhecimento demorou a chegar. Durante muito tempo a banda se apresentava apenas em eventos religiosos, mas de alguns anos pra cá, a sonoridade e as letras da banda passaram por uma transformação. Hoje atingem públicos religiosos e não-religiosos. Atualmente, suas letras abordam assuntos sociais e humanos. Um dos maiores sucessos do grupo é “Sem Você”. O conjunto já esteve em vários programas da TV Globo e do SBT, além de ter tocado durante a visita do Papa Francisco ao Brasil, em 2013.

Assista ao clipe da música “Vendetta! Vendetta!”, gravada no DVD Latitude Longitude, que foi lançado no final de 2013:

Exposição “Guilherme Hasse, Retratos de uma época” é reaberta em Cosmópolis

De 29 de janeiro a 28 de fevereiro de 2014, na Biblioteca de Cosmópolis, acontece a exposição Guilherme Hasse, Retratos de Uma Época. O horário de visitação será das 9 às 17 horas.
Para que esta reestreia acontecesse, a Sercretaria de Cultura de Cosmopolis preparou uma singela homenagem ao fotógrafo Guilherme Hasse, através de uma apresentação teatral e musical.

O grupo Dond’art, sob a direção de Alexandre Castelli, recriou momentos marcantes da vida de Guilherme Hasse, e os músicos Luis Romagnolo e Ricardo Amaro fizeram a trilha sonora durante a apresentação.

DSC00985

Guilherme HasseDSC00926
Quem conhece um pouco da história de Cosmópolis já deve ter escutado esse nome. Hasse foi um dos principais fotógrafos da cidade e registrou o cotidiano de famílias, comércios e da cidade de Cosmópolis. As principais fotos históricas de Cosmópolis são de autoria de Guilherme Hasse.

Ele nasceu em 19 de setembro de 1895, na Alemanha. Aos seis meses de idade, seus pais imigraram para o Brasil. A família fixou residência em Cosmópolis no início do século XX, bem no auge do povoamento da região, através do Núcleo Colonial Campos Salles. Ele aprendeu a profissão de fotógrafo com o tio Fraz Fiedler, que já exercia a profissão na "Vila". Hasse também era músico e deixou um legado de várias composilções, ensinou violino e música a muitas pessoas, foi regente de coral na "Escola Alemã" e participou de grupos musicais.

A exposição é uma realização da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Cultura e do Centro de Memória de Cosmópolis.DSC01026

DSC01030

DSC01037

DSC00951

DSC01040

DSC00979

 

DSC00955

DSC00998

DSC01003

DSC01018

sábado, 25 de janeiro de 2014

Cosmópolis já teve um time no Paulistão

fdh
Você pode não saber, mas há bons anos atrás a cidade de Cosmópolis já foi representada no futebol paulista profissional, um feito que muitas das cidades que nos circundam ainda não conseguiram (Paulinia, Artur Nogueira e Holambra, por exemplo, nunca tiveram um clube que disputasse torneios importantes e profissionais).
E se você já está imaginando que o nome deste time é Cosmopolitano Futebol Clube, você se enganou redondamente!

Em 1978, disputando a 5ª divisão do Campeonato Paulista de futebol, estreou o União Funilense de Esportes! Sim, o time da Usina Ester!
gg
Mas vamos do início. Até 1933, havia 3 clubes que se enfrentavam amistosamente na Usina Ester, industria localizada no município de Cosmópolis.
Naquele ano, por consenso, decidiu-se pela fusão das agremiações, formando a Associação Desportiva e Musical Usina Ester, que disputava os torneios da Zona Funilense, nome que vinha da vocação industrial da região. É por isso que a equipe acabou mudando de nome para União Funilense De Esportes.
O clube foi fundado oficialmente em 01/11/1933, e teve 10 participações no Campeonato Paulista: Em 1978 e 1979, disputou a 5ª divisão. De 1980 até 1987, disputou a 3ª divisão.

A equipe sempre teve desempenhos medianos e, somente em 1982, o time fez uma campanha memorável. Naquele ano, a Funilense foi vice-campeã da competição, chegando no quadrangular final junto com Barra Bonita (que foi a Campeã), José Bonifácio e Palmeirinha. O time não conquistou o acesso para a Segunda Divisão (atual A2) pois somente o campeão tinha esse direito.
Durante esses anos de profissionalismo, a Funilense disputou um total de 240 partidas. Somou 94 vitórias, 66 empates e 80 derrotas. O time anotou 335 gols e sofreu 289, tendo um saldo de gols positivo de 46 gols.

A maior goleada feita pelo time foi no dia 2 de agosto de 1981, quando venceu o EC Corintians de Casa Branca por 7 a 0, fora de casa. Já a maior derrota aconteceu em 4 de junho de 1978, um revés de 7 a 2, também fora de casa, contra o União Possense F.C.

Atualmente, o time é licenciado junto à Federação Paulista de Futebol, mas disputa apenas partidas amadoras.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

CURIOSIDADE: Por Que Coca Cola KS?

Lembro-me da primeira vez que ouvi esta expressão, quando um amigo pediu ao garçom que lhe trouxesse uma Coca Cola KS. De imediato, imaginei ser uma variante do refrigerante original. Um novo sabor, talvez. Causou-me estranheza quando avistei a seguinte imagem, em minha direção:

garrafsa

Mas era uma garrafa de Coca Cola normal! Questionei o meu amigo sobre o motivo que o fez pedir aquilo como Coca Cola KS, e não “garrafinha de Coca”, como eu estava habituado. Ele também não soube dizer nada, além de que aprendera a pedir daquela forma num antigo bar de uma tia.

Algum tempo depois descobri que este termo é muito mais comum do que eu imaginava. Depois deste ocorrido, percebi que muitos dos meus amigos pediam a garrafinha de Coca, referindo-se à ela como “Coca Cola KS”.
Se você, assim como eu, não sabe o que significa este bendito KS, chegou a hora de exterminar esta curiosidade!

Há algum tempo atrás, o site americano da Coca Cola fez uma campanha para o relançamento das garrafas de 290ml. Dentre outras informações contidas nesta campanha, podia-se acessar também o real significado da sigla KS, “King Size”. A principal mensagem que o comercial da Coca Cola gostaria de transmitir é que a embalagem de vidro de 290ml era a medida certa para matar a sede dos jovens naquele verão. E no verão há um grande aumento no consumo de refrigeranmte em embalagens indiduais.

Portanto, sempre que você ouvir seu amigo pedindo uma Coca Cola KS, você saberá de onde vem este nome, que tenho certeza que já lhe deixou curioso em saber o que significa.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

A ciência explica? Por que metade da população mundial acredita ver vultos e ouvir vozes durante a noite?

 

Finalmente as férias chegaram ao fim, e nosso querido Blog Hupe está de volta. Então, para começar o ano com tudo, escolhi um assunto que vai deixar muita gente de cabelo em pé.
Você certamente já ouviu algum amigo dizer que viu alguma assombração à noite, no quarto. Ou pior, talvez você já tenha vivenciado isso. Confesso que eu nunca passei esta experiência, mas já ouvi relatos de alguns colegas que me deixaram aterrorizado. Desde pessoas estranhas à demônios no teto do quarto, abduções alienígenas, fumaças em forma de vultos, animais, monstros… eu não quero vivenciar isto nunca! Mas se você já viveu este fenômeno em algum momento, e vive contando pros seus amigos que teve uma experiência sobrenatural, escolha entre as duas opções abaixo:
a) Saia desta matéria e continue contando seu mito para todo mundo;
b) Continue lendo e veja sua história super incrível e assustadora deixar de ser sobrenatural, e ser explicada facilmente pela ciência.

Pois é… se você não desistiu de ler este artigo, saiba que o nome deste acontecimento é PARALISIA DO SONO. Mas o que é a Paralisia do sono?

sono-5

Vou explicar!

Grande parte da população mundial passou ou irá passar, pelo menos uma vez na vida por esta experiência traumatizante, porém poucas irão entender o motivo deste acontecimento.
Quando estamos dormindo, nosso sono passa por diversos estágios. Um destes estágios chama-se R.E.M., sigla em inglês para “Movimento Rápido Dos Olhos”. A maioria dos nossos sonhos acontecem justamente neste estágio, que costuma ser perto da manhã. Quando estamos na fase R.E.M., o cérebro desativa todos os músculos voluntários, para que você não comece a, por exemplo, correr na vida real, quando sonhar que está em uma maratona. Porém, em alguns casos, as características do sono R.E.M. se mesclam com a vigília, ou seja, você abre os olhos, recupera a consciência, mas todos os seus músculos continuam paralisados e o cérebro continua fabricando sonhos.

Paralisia do Sono 6

Isso significa que você, sem poder se mover, começa a enxergar a realidade misturada com a fantasia. Neste momento ocorrem diversos delírios e alucinações. Quase sempre fica uma sensação de que há uma presença maligna dentro quarto, observando você, enquanto outra criatura pressiona o seu peito, o sufocando. Esta sensação, de puro terror, pode levar de segundos até 15 minutos.

Mas se estamos apenas vizualizando nossos sonhos, por que a sensação é tão assustadora? O motivo é que quando nós temos a consciência de não podermos nos mover, o corpo assume o estado de hipervigilância, onde qualquer sensação de perigo torna-se superestimada. Com medo, passamos a respirar mais rápido, e como não temos o controle voluntário sobre o nosso diafragma, não conseguimos capturar todo o ar que  queremos. Por isso existe a sensação de sufocamento. E com isso, a sensação de terror aumenta.

slep1

Em todo o mundo, este fenômeno é interpretado de acordo com a cultura local. Na Ásia, é comum ver a imagem de um fantasma sentado sobre o peito da pessoa. Na África, uma bruxa. Na Europa, são espíritos e demônios variados. Mas em todos os lugares, a Paralisia do Sono sempre está associada ao peso que é exercido sobre a nossa respiração. É daí que surge a palavra “pesadelo”.

A comunidade científica acredita que é deste fenômeno que surgem muitos dos relatos de viagem astral, possessão demoniaca e abdução alienígena.

Portanto, se você já passou por isso, saiba que não foi nenhum acontecimento sobrenatural. Foi apenas o seu cérebro te trollando.

Bem vindo de volta ao Blog Hupe e Feliz 2O14.

Curta minha página no Facebook: facebook.com/alexcoimbra.br
Curta a página do Blog Hupe: facebook.com/BlogHupe

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Participe da “Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul” em Cosmópolis



Cosmópolis é uma das cidades participantes da 8ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul, uma iniciativa inédita na cidade. As exibições e debates acontecerão na Biblioteca Municipal de Cosmópolis “Juca Kalil Aun”, de 22 a 24 de Janeiro, com início às 20h, através da Secretaria de Cultura e do Centro de Memória de Cosmópolis.

Com exibições em mais de 500 cidades brasileiras, a proposta é utilizar a linguagem cinematográfica para estabelecer um diálogo direto com a população. Um contato que valorize a diversidade e garanta o respeito aos Direitos Humanos em todo o país.

A 8ª Mostra Cinema e Direitos Humanos da América do Sul é uma realização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em parceria com o Ministério da Cultura. Tem produção da Universidade Federal Fluminense, patrocínio da Petrobrás e do BNDES, e recebe o apoio institucional da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura, da Empresa Brasil de Comunicação e do Centro de Formação das Nações Unidas para o Brasil.


Confira a programação:

22/01 – Quarta-feira

Caixa d’água: qui-lombo é esse?

Everlane Moraes (Brasil, 2012, 15’)


O documentário “Caixa D’água: Qui-lombo é esse?” Relata, através de depoimentos de antigos moradores e de acervos fotográficos, a importância no âmbito cultural e histórico do bairro Getúlio Vargas localizado em Aracaju, capital de Sergipe. A ênfase é dada à cultura negra e à presença do negro escravo e seus descendentes, com o resgate de assuntos relacionados à sua origem, oralidade, localização geográfica e consciência de sua identidade racial, mostrando que, apesar dessa comunidade existir em uma área urbana, ainda mantém muitos aspectos da vida em quilombo dos antigos negros escravos do Brasil.

Doméstica

Gabriel Mascaro (Brasil, 2012, 75’)


O documentário propôs a sete adolescentes que filmassem as empregadas domésticas que trabalham em suas casas por uma semana. Depois, deveriam entregar o material bruto ao diretor para que este realizasse o filme com as imagens.Entre o choque da intimidade, as relações de poder e a performance do cotidiano, o filme lança um olhar contemporâneo sobre o trabalho doméstico no ambiente familiar e se transforma num potente ensaio sobre afeto e trabalho.

23/01 – Quinta-feira

Kátia

Karla Holanda (Brasil, 2012, 74’)


Kátia Tapety é o personagem central deste documentário. Nascida José, numa pequena cidade de 8 mil habitantes no sertão do Piauí, Kátia tornou-se a primeira travesti a ser eleita a um cargo político no Brasil. Por três vezes seguidas, foi eleita a vereadora mais votada do município e exerceu o cargo de vice-prefeita entre 2004 e 2008. Tendo construído uma família nos moldes convencionais – foi casada por mais de 20 anos com um homem e “mãe” de três filhos -, Kátia é uma senhora de quase 60 anos de idade que se faz respeitar em seu município, localizado numa das regiões mais religiosas e conservadoras do estado.

24/01 – Sexta-Feira

Brasília Segundo Feldman

Vladimir Carvalho (Brasil, 1979, 22’)


Os primeiros tempos de Brasília, no último ano de sua construção. Depoimentos de pioneiros e trabalhadores sobre aquele momento e as condições de vida dos candangos. A trilha sonora vale-se de gravações realizadas à época, emprestando especial colorido ao filme.

As Hiper-Mulheres

Takumã Kuikuro, Carlos Fausto, Leonardo Sette (Brasil, 2011, 80’) 


Temendo a morte da esposa idosa, um velho índio pede que seu sobrinho realize o Jamurikumalu, o maior ritual feminino do Alto Xingu, no Mato Grosso, para que ela possa cantar uma última vez. As mulheres do grupo começam os ensaios, enquanto a única cantora que de fato sabe todas as músicas se encontra gravemente doente. Documentário etnográfico sobre uma tribo indígena que parece viver numa época diferente da atual, é todo falado em dialeto local. Vencedor do Grande Prêmio do Júri e do Kikito de melhor montagem no Festival de Gramado.


*Informações cedidas pela Secretaria de Cultura



Serviço:

8ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul

22, 23 e 24 de Janeiro, às 20h. - ENTRADA FRANCA

Local: Biblioteca Pública Municipal "Dr. José Kalil Aun"

Rua: Antonio Carlos Nogueira, nº 1.277 – Bela Vista

Informações: 3812-3101

Email: culturacps@yahoo.com.br


Traga os amigos e a família!

Até a próxima, 

Saudações Hupe!
















Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites